segunda-feira, 6 de agosto de 2012

PRISÃO DE VENTRE INFANTIL OU RECÉM NASCIDOS- CAUSAS


Links Patrocinados:

Pais e Mães sabem que a chegada do bebê à família é um momento muito especial. O filho, ou filha, é motivo de muita alegria e os pais se desdobram em cuidados para que o bebê cresça com saúde e muita disposição. Mas os pais sabem que esta não é uma tarefa fácil. Principalmente nos primeiros anos de vida, a criança requer muito mais cuidados, a atenção precisa estar voltada para ela praticamente o tempo todo. Os pais precisam ficar atentos a vários sinais que podem indicar fome, sono, dor, cólicas, entre tantos outros motivos para deixarem os pais realmente atentos todo o tempo. Um dos problemas que mais afetam as crianças é a prisão de ventre. A prisão de ventre em crianças é mais comum do que você possa imaginar.

 Médicos da área atribuem que 3% das consultas realizadas na pediatria tem relação a transtornos de função digestiva, ou constipação funcional. Essa constipação nada mais é do que a retenção fecal, são secundárias a distúrbios da função defecatória e podem ser também resultados de alguma doença orgânica. De acordo com especialistas esse problema começa a surgir justamente na época em que as crianças passam a controlar seus esfíncteres, ou seja, elas passam a ter controle sobre o momento de evacuar e acabam provocando uma retenção voluntária das fezes. Com esse comportamento as fezes ficam endurecidas e secas, pois não absorvem mais água, e a partir daí a retenção voluntária só tende a aumentar já que a criança evita evacuar para não sentir incômodo.
 Se este tipo de comportamento continuar o reto da criança se distende e com o passar do tempo fica ainda mais difícil pois ele perde a sensibilidade e passa a precisar de uma quantidade cada vez maior de fezes para desencadear vontade de defecar.
 Os bebês também sofrem com esse transtorno funcional por isso fique sempre atento ao desconforto do seu filho. Se você observar que ele não está evacuando ou passando muitos dias sem evacuar procure logo a opinião de um pediatra. Às vezes ocorre uma eliminação de uma parte líquida das fezes, sujando a fralda ou roupa de baixo, isso não significa necessariamente que seu filho está com diarréia, pelo contrário, pode ser o primeiro sinal que ele não está conseguindo eliminar o bolo fecal. Converse com o seu médico e peça para que ele indique a melhor forma de combater ou eliminar o desconforto que o bebê sente. A alimentação é muito importante, assim como a hidratação e massagens no abdômen do bebê. Lembre-se que a prisão de ventre não é um problema apenas de adultos e que nas crianças ele precisa ser visto com bastante cautela porque nem sempre elas sabem dizer o que estão sentindo.

Receba as Novidades por e-mail:
PRISÃO DE VENTRE INFANTIL OU RECÉM NASCIDOS- CAUSAS
 

Links Patrocinados:

Leia Também: :


0 comentários:

Postar um comentário

Receba as novidades por e-mail:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

BORI-BORI- Dicas 2014, Concursos, Empregos, Cursos Copyright © 2010 Érica Castro